Slide "As especificidades da ao pedaggica com bebs" Ps Graduao

  • Published on
    08-Jul-2015

  • View
    1.446.708

  • Download
    2

DESCRIPTION

Este slide foi criado pelo nosso grupo do curso de Ps Graduao UFMS/UEMS/MEC.O texto estudado pelo grupo e apresentado a turma foi "As especificidades da ao pedaggica com os bebs da autora maria Carmem Barbosa.

Transcript

Disciplina: Currculo e Cultura na Educao Infantil ALUNOS: JOS CARLOS monteiroSIMONE DE FARIASVANESSA GOMES COSTAVERA LCIA SANDRICLAUDIA DE OLIVEIRA ANDRADE ELAINE MARIA FRANCO LEO LUZIA RICARD MAIDANAAS ESPECIFICIDADES DA AO PEDAGGICA COM OS BEBSMaria Carmem Barbosalicabarbosa@uol.com.brNestes vinte anos, a viso constitucional de direito vaga nas creches e pr escolas para os pais que trabalham vem sendo substituda pela ideia do direito que toda a criana tem de frequentar uma escola de educao infantil. As Diretrizes Curriculares Nacionais da Educao Infantil (DCNEI, 2009) garantindo uma viso sistmica evidencia que esta instituio deve cumprir suas funes para garantir o bem-estar das crianas, das famlias e dos profissionais.Funo social - Acolher, para educar e cuidar, crianas entre 0 e 5 anos, compartilhando com as famlias o processo de formao da criana pequena em sua integralidade. Funo poltica - Possibilitar a igualdade de direitos para as mulheres que desejam exercer o direito maternidade e tambm contribuir para que meninos e meninas usufruam, desde pequenos.Funo pedaggica - Ser um lugar privilegiado de convivncia entre crianas e adultos e ampliao de saberes e conhecimentos de diferentes naturezas.As Diretrizes Curriculares Nacionais da Educao Infantil definem as escolas infantis como instituies abertas s famlias e comunidade, como um local que oferece a efetivao de um direito social que todas as famlias tm, e que possui como objetivo garantir bem-estar para todos. Nesse sentido, esse estabelecimento educacional tem como foco a criana e como opo pedaggica ofertar uma experincia de infncia intensa e qualificada.Do ponto de vista poltico-pedaggico, podemos selecionar trs aspectos das diretrizes curriculares que so imprescindveis na constituio de proposta(s) para a educao dos bebs em espaos de vida coletiva.O primeiro a compreenso dos bebs como sujeitos da histria e de direitos.Direito proteo, sade, liberdade, confiana, ao respeito, dignidade, brincadeira, convivncia e interao com outras crianas.O segundo a defesa de uma sociedade que reconhea, valorize e respeite a diversidade social e cultural, e que procure construir a igualdade de oportunidades educacionais entre as crianas.E, por ltimo, a valorizao das relaes interpessoais, a convivncia das crianas entre elas, mas tambm entre os adultos e as crianas.CAMINHOS PARA A CONSTITUIO DE PEDAGOGIA(S)ESPECFICA(S) PARA OS BEBSOs servios de educao infantil podem, a partir das concepes presentes nas diretrizes, revisar e reelaborar seus planejamentos e avaliar suas propostas pedaggicas e curriculares.As diretrizes apresentam a escola de educao infantil como um espao educacional que tem o importante papel de compartilhar, de forma indissocivel, a educao e cuidado das crianas pequenas com suas famlias.Educar bebs na vida coletiva da escolaCada famlia tem um modo de alimentar, embalar, acariciar, brincar, tranquilizar ou higienizar as crianas. E estas aes podem ser realizadas de diversas formas, afinal as diferentes culturas inventaram mltiplos modos de criar suas crianas pequenas.A escola precisa estabelecer uma relao efetiva com as famlias, e a comunidade local, para conhecer e considerar, de modo crtico e reflexivo, os saberes, as crenas, os valores e a diversidade de prticas sociais e culturais que cada grupo social tem para criar seus bebs.A escola, com a participao dos pais, organiza em seu projeto poltico e pedaggico, um modo de conceber a educao das crianas pequenas e oferecer prticas de vida coletiva, sem se descuidar das singularidades de cada famlia, de cada beb e de cada profissional.Um currculo para os bebsPara os bebs, a ida para a creche significa a ampliao dos contatos com o mundo, para os adultos, responsveis pela educao das crianas na creche, significa selecionar, refletir e organizar a vida na escola com prticas sociais que evidenciem os modos como os professores compreendem o patrimnio cultural, artstico, ambiental, cientfico e tecnolgico e os modos como traduzem, no exerccio da docncia, as suas propostas pedaggicas.As prticas sociais que as famlias e a escola ensinam para os bebs e as crianas bem pequenas so as primeiras aprendizagens das crianas.Essas prticas sociais so estruturadas atravs de linguagens simblicas com contedos culturais.As concepes contemporneas sobre os bebs, a infncia, a aprendizagem e a educao encaminham para a compreenso de um currculo que vislumbre o desenvolvimento integral de crianas nas suas dimenses: expressivo-motora, afetiva, cognitiva, lingustica, tica, esttica e sociocultural compreendendo as crianas em suamultiplicidade e indivisibilidade.4. ORGANIZAR UM PERCURSO EDUCATIVO PARA OS BEBSEducar bebs no significa apenas a constituio e a aplicao de um projeto pedaggico objetivo, mas implica em colocar-se, fsica e emocionalmente, disposio das crianas e isto exige dos adultos comprometimento e responsabilidade.A tarefa dessa pedagogia da infncia articular dois campos tericos: o do cuidado e o da educao.Uma pedagogia de encontros e relaesNuma sala de berrio muitas relaes se estabelecem. Relaes entre as crianas e entre os adultos e as crianas. Porm as relaes que se estabelecem entre os diferentes adultos pais, professores e demais profissionais no pode ser descuidada.Uma pedagogia para o dia a dia da sala de bebsPara organizar um percurso de aprendizagem e desenvolvimento para os bebs preciso que se tenha um Projeto Poltico-pedaggico que defina objetivos de longo prazo, pois a formao humana algo que necessita de tempo. Alm disso, cabe escola saber o que cada beb, e o grupo de crianas pequenas precisa para, assim, construir estratgias que possam oferecer s crianas as ferramentas necessrias para compreender e apresentar-se ao mundo.Os ambientes precisam ser coerentes com as necessidades das crianas, proporcionando situaes de desafio, mas tambm oferecendo segurana. Os ambientes, quando bem pensados e propostos, incitam as crianas a explorar, a serem curiosas, a procurar os colegas e os brinquedos, isto , elas podem escolher de modo autnomo.Para realizar o percurso o professor de berrio possui alguns instrumentos: a observao, o planejamento, as aes e experincias e o acompanhamento e a avaliao.O acolhimentoA insero das crianas na escola exige que os professores estabeleam um contato pessoal com cada famlia. Para as crianas, especialmente os bebs, os primeiros dias de frequncia creche uma fase de grande mudana e elas precisam de um ambiente que lhe oferea segurana emocional, acolhimento e ateno.DESAFIOS PARA CONSTRUIR UM DIA A DIA COM OS BEBSO cotidiano das crianas na sala de bebs vai sendo construdo atravs de atos de cuidado e educao dos docentes. Grande parte das intervenes da professora ocorrer no sentido de facilitar as relaes sociais, transmitir as possibilidades das brincadeiras em sua multiplicidade e riqueza. importante, ao selecionar os materiais, pensar numa proposta de trabalho com as crianas que leve em considerao o critrio da diversidade social e cultural.Portanto, nesses momentos tradicionalmente vistos apenas como educativos preciso um profundo olhar de cuidado do professor, cuidado na seleo dos materiais, cuidado para estar atento s expresses das crianas, cuidado para dar o tempo adequado para o desenvolvimento da atividade.O acompanhamento/avaliaoAo longo do processo, a professora dever constituir estratgias - atravs de distintos instrumentos como fotos, desenhos - para acompanhar tanto o seu trabalho pedaggico como para coletar dados sobre as crianas no que se refere tanto vida do grupo como aos processos vividos por todas as crianas individualmente Os registros, aps sua organizao, tornamse um documento para contar para ascrianas e suas famlias seus os percursos de aprendizagem individuais e coletivos.

Recommended

View more >